Como ter acesso ao documento de licenciamento do meu veículo, se ele não chegou?

 

Se você quitou o IPVA, assim como todos os débitos para licenciamento anual do seu veículo a partir do final de julho de 2020, não haverá envio de documento impresso pelo DetranRS. Mas, se os pagamentos foram feitos até o dia 29/07/20.

 

1)      Impressão do documento em casa > o proprietário do veículo pode imprimir por conta própria o documento diretamente pela internet, por meio da Central de Serviços do DetranRS, do Portal de Serviços do Denatran ou do aplicativo Carteira Digital de Trânsito (o da CNH e do CRLV digitais). A impressão deverá ser em papel sulfite branco e formato A4, com tinta preta, em página única, e terá total validade jurídica para rodar com o veículo. Clique aqui e veja como fazer.

2)      CRLV digital > tenha o documento do veículo na versão digital no seu celular, por meio do aplicativo Carteira Digital de Trânsito (o mesmo da CNH digital). Saiba mais neste link.

3)      Impressão do documento no CRVA > o proprietário do veículo ou o seu representante legal pode ir ao CRVA de sua preferência e solicitar a impressão do documento em folha branca A4, pelo custo de R$ 8,00.

 

Importante!

O ano de 2020 é o último em que ocorreu a impressão do documento de licenciamento em papel moeda (CRLV “verdinho”). Sua entrega se deu diretamente na caixa de correio, não sendo necessária a presença de um morador no local para o recebimento. Por isso, é muito importante o endereço do proprietário do veículo sempre atualizado e completo nos registros do DetranRS.

Nos casos em que o destinatário é morador de zona rural ou mesmo urbana que não conta com entrega domiciliar, ele deve dirigir-se ao posto de Correios de sua região para a retirada do documento, tal como faz normalmente para o restante de sua correspondência. O documento será armazenado ali por até 20 dias. Após esse prazo, ele será inutilizado.

Caso a entrega não seja efetuada por erro de endereço, mudança de endereço, ou a não retirada na central dos Correios (para quem mora em local sem entrega domiciliar/rural) em até 20 dias, o documento será destruído. Nestes casos, o cidadão deve se dirigir ao CRVA para solicitar a devida correção do endereço.